domingo, 29 de novembro de 2009

sábado, 7 de novembro de 2009

domingo, 1 de novembro de 2009

MORANGUINHOS

molduras para fotos

Quando eu era pré adolescente, tinha um álbum dessas figurinhas. Sempre que o dinheiro " sobrava " (por que dinheiro nunca sobra rsrsr), comprava os envelopes com figurinhas, para completar o álbum. As repetidas, trocava com outras amiguinhas ou colava-as nos cadernos, agendas... Amava fazer isso! Achava lindas!!! E as mensagens que elas traziam?! Nossa... eram lindas!!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

A FAMILÍA UNIDA OUTRA VEZ!

Aquele dia foi de muita alegria para Sara. Ela, sua mãe e seu irmão estariam juntos novamente, numa nova cidade, numa nova casa e numa nova vida!! Sara agora teria novamente o carinho de sua mãe pertinho dela. Foi um dia de arrumações, pois sairiam ao meio da tarde. Não tinham muita coisa pra levar, mas mudanças é sempre mudanças e é sempre trabalho.

O carro que iria transporta-los era um caminhão. Lá em cima ia uma mala com roupas, uma velha máquina de costura, 4 cadeirinhas de sala e formato de X com uma mesa de centro, comprado por sua avó paterna e um pote de barro, uma mesa de cozinha e dois tamburetes onde sentariam na hora das refeições, um fogão e mais alguns utesílios de cozinha. Era pouca coisa, mas o essencial para viverem. E lá partiram para a nova cidade. Foi uma longa viagem!
A casa da cidade era enorme! Tinha um grande quintal, para Sara e seu irmão brincarem com os amiguinhos. Mas, o mais importante era que os três estavam juntos novamente.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

O DIA ESPERADO!


(02/12/1978) Por volta de 9 da manhã daquele dia, muitas meninos e meninos estavam à porta da Igreja Matriz para receberem Jesus pela primeira vez e Sara fazia parte daquela turma. Estava linda, com seu vestidinho branco que sua mãe havia feito, sandálias de saltinho para dá mais um ar de moçinha, vela com apliques e fita pintada a mão. Sua mãe tinha vindo com seu irmão para sua primeira comunhão. Era sempre uma festa muito bonita, pois os meninos e meninas passavam todo o ano tendo aulas de catequese com as irmãs religiosas, da ordem VICENTINAS. Após a missa, era servido um café no pátio da escola para os alunos e familiares. Foi um dia muito especial para Sara.

Como era Dezembro, término de ano letivo, Sara sempre ia passar férias na casa de sua avó e este ano não foi diferente. Ela, sua mãe e seu irmão foram de viagem à aquela cidade onde morou até os seus 10 anos. Rever sua avó que ela muito amava, seus tios e primos era sempre uma festa e agora ela podia assistir às missas do domingo e comungar como sempre desejou. Também esperava ansiosa pelos fins de semana, para junto com as amigas irem passear na praça da cidade, onde encontrava-se com outros amigos e com os paqueras que naquela idade já os tinha. E tinha um menino que queria namora-la, mas ela sabia que ele também namorava outra menina, por isso ficava sempre desconfiada. Porém, toda vez que este menino sabia que a Sara vinha visitar sua avó, ele terminava, ou dizia que terminava, com a outra garota. Assim namoraram por seis longos anos! Namoro de férias, e depois ficavam as cartas que ela adorava receber. Quando Sara aceitou namorar este menino, colocou condições, muitas condições! Ele não podia abraça-la nem beija-la, só podia pegar na mão, um beijinho de leve no rosto, e se fosse dançar, podia abraça-la, mas nada de apertar!! Coitado do rapaz! rsrsrsrs
E assim eram suas férias!! Mas as aulas já iam começar e Sara precisava voltar, só que daquela vez ela não voltaria sozinha. Como ela estava feliz!

terça-feira, 25 de agosto de 2009

A MULHER DE ÁRIES




A mulher de Áries pode ser do tipo que se apaixona intensamente, mas jamais colocará o amor em primeiro plano!

Ela, quase sempre, está mais preocupada consigo mesma para se dedicar totalmente a alguém. Entre todas as mulheres, ela é a que consegue passar mais tempo sem um homem. Claro que viver sem um homem năo quer dizer que ela vive sem sonhos ou desejos! A ariana sempre sonhará com o homem de sua vida. No entanto, enquanto suspira, se năo houver um homem de carne e osso, năo sentirá a falta dele.
Ela acha que tudo que "ele" possa fazer, ela fará melhor!

A mulher de Áries gosta de abrir suas próprias portas, puxar suas cadeiras e acender o próprio cigarro. Ela gosta de ser bem tratada e de galanteios, como toda mulher, mas acha que fazer as coisas por si mesma é a maneira mais rápida! Claro que isto năo combina muito com o orgulho masculino!

A ariana năo quer mandar em tudo, ela só quer dar a ultima palavra!

O Homem tem que se acostumar com este seu jeito de gostar assumir o comando e querer fazer as coisas por si mesma. Nela existe a típica contradiçăo de Áries: Năo quer ninguém muito grudado nela, mas costuma perder o interesse se alguém se afastar demais. Năo quer um homem dominador, mas também năo quer um coelhinho manso!

Ela sempre tem que enfrentar seu eterno desafio: Dominar enquanto deseja ser dominada!

Lembre-se que ela é do signo de Áries e este signo adora vencer um desafio. Um homem que resiste a sua investida sempre intriga a ariana. Ela năo pode aceitar que năo consegue domina-lo com seu encanto!

E, é aí que esta seu maior ponto fraco: o orgulho!

Quando movida pelo orgulho, a ariana se torna tăo determinada que poucas coisas conseguirăo fazê-la desistir de seus planos! Ela năo vai sossegar enquanto năo provar que é desejável, mesmo que seu interesse por algo seja passageiro!

Pode ser complicado suportar seu impulso agressivo, mas seu otimismo e sua fé no futuro podem ser altamente compensadores.

A ariana é presa fácil para os elogios.Deixe que saiba que vocę a admira, porém năo seja muito bajulador. Ela odeia bajuladores, acha-os fracotes! Mas, um elogio feito por alguém que ela admira ou julga ser alguém superior pode deixá-la em ęxtase por semanas!
Para amá-lo ela precisa orgulhar-se de você. Mas năo se ache muito importante a ponto de relevar seus talentos ou desprezá-la. A ariana, apesar de exigir muito do parceiro, sabe retribuir em dobro aos seus esforços para agradá-la.

"O que é dela é dela", e qualquer descuido pode provocar uma tempestade!

Evite fazer muitos elogios a sua artista favorita, nem faça comentários a respeito de suas amigas! Se ela năo for a primeira em sua vida, logo vai ter que procurar outra mulher para ocupar seu lugar. Quando ela é realmente ferida, passa do fogo para uma geleira! E esta frieza pode ser eterna!

Como ela costuma preferir a companhia de homens ŕ das mulheres, pode ser que alguns homens se sintam incomodados com o ciúmes que isto pode causar.

Embora muito possessiva, ela năo suporta que nenhum homem tente controlá-la!

Năo importa para onde vá, faça o que fizer, você tem que confiar nela! É claro que ela nunca vai ter a mesma confiança em você! Ela costuma ser fiel a quem ama e năo se deixa envolver por aventuras que possam abalar seu relacionamento, quando esta apaixonada!

Elas costumam ser empreendedoras e podem fazer tudo que um homem faz.

A ariana adora se entregar àsua profissăo, vencer e desfrutar tudo que o sucesso pode proporcionar! Nenhuma mulher se agarra com tanta gana quando o assunto é vencer em uma profissăo! As empresárias mais agressivas, as advogadas mais bem conceituadas, normalmente săo de Áries. Basta perceber como Xuxa e Adriane Galisteu costumam correr atrás do que gostam para perceber o que estou dizendo! Deixá-la longe daquilo que gosta de fazer é um pecado! Deixe que ela se realize com o que gosta e terá uma mulher muito mais amável, sensível e carinhosa. Esqueça que às vezes ela parece amar mais seu trabalho! Do contrário terá uma pessoa amarga e rancorosa, atormentando-o com seu mau humor!

Se está apaixonado por uma ariana, dê graças a Deus!

Você acaba de encontrar uma mulher que fará de tudo para enfrentar os desafios, apaixonada, fiel e confiante no futuro! Se for bom para ela, nunca vai reclamar da falta de carinho ou de solidăo. A ariana năo é do tipo que abandona o barco quando a situaçăo está critica. Ela ficará ao seu lado enquanto sentir que luta ao lado de seu herói.

Sim, ela năo estará atrás de você, mas ao seu lado, pra năo dizer que muitas vezes estará na sua frente para receber os primeiros golpes!

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

PAVÃO MISTERIOSO



MEU DEUS!!!! O QUE ENCONTREI NA NET!!! O ROMANCE QUE MINHA LIA PARA EU DORMIR! A PRINCESA E O PAVÃO MISTERIOSO... ELA REPETIA INÚMERAS VEZES ESTE POEMA EM LITERATURA DE CORDEL, PORQUE EU ACHAVA A HISTÓRIA LINDA!!!!!!!!!! SAUDADES MINHA MÃE QUERIDA!!!!!!!!!!!! TE AMOOOOOOOOOOO!

sábado, 1 de agosto de 2009

CURRAIS DE SAPINHOS

Em tempos de inverno, as noites naquela cidade onde Sara morou com seu pai, sua mãe e seu irmãozinho, eram agradáveis demais. Á noite, quando não chovia, sentavam-se todos na calçada da casa e as crianças ficavam a brincar, enquanto seus pais conversavam com amigos vizinhos.
Sara gostava muito de mexer na areia, e aproveitava esses momentos para fazer cercadinhos que ela chamava de currais de bois! E como na época de inverno nascem muitos sapinhos, ela saia a catar estes muitos pequeninos e colocava-os todos num recipiente de manteiga, que eram caixas em plástico. Depois de tê-los em grande quantidade, soltava-os todos dentro dos currais. Os sapinhos saiam pulando uns por cima dos outros, sentindo-se livres! E Sara, ficava triste, porque seus bois pulavam os murros e iam embora. Mas também era motivo para a brincadeira continuar, até que ela se cansasse, ou que chegasse a hora de dormir.
Essa era mais uma das brincadeiras de Sara quando criança.

ADORO FLORES E ROSAS

sexta-feira, 17 de julho de 2009

PRIMEIRA COMUNHÃO

LEMBRANÇINHAS OFERECIDAS POR MINHA TIA QUERIDA, NO DIA DE MINHA PRIMEIRA COMUNHÃO, REALIZADA NA IGREJA MATRIZ DE ARACATI E EM SEGUIDA UM LANCHE OFERECIDO PELA ESCOLA PATRONATO INSTITUTO SÃO JOSÉ, ONDE ESTUDEI.

02.12.1978

sexta-feira, 10 de julho de 2009

MENSAGEM DE GORETE SERAFIM

Ser especial é ser como você. Alma pura, com sabedoria nas palavras,força nos braços, lágrimas sem dor. É saber sorrir da tristeza quando ela te angustia, é saber caminhar sozinho, sem muletas, é saber ouvir o silêncio, é saber calar na multidão. Refletir sempre... Sentir infinitamente... Muita luz!!!

quarta-feira, 1 de julho de 2009

DESFILE DE BELEZA!


Quando somos crianças, essas brincadeiras nos dizem muito. E quando você é escolhida(o) como a(o) mais bonita(o), nossa é bom demais! Assim era Sara, sempre que brincava de desfile, a passear nas passarelas, com biquinis feito por sua mãe, toda enfeitada para o evento, era muito aplaudida e ficava toda envaidecida! Era magrinha, loirinha e isso talvéz ajudasse, porque ela não perdia um desfile que fosse! Seus amiguinhos e o jurado davam sempre nota máxima! Mas até hoje ela não sabe, se o facto de ganhar sempre era porque era mesmo bonitinha, ou se era porque quem organizava sempre essas brincadeiras era ela rsrsrsrsr mas o facto era que sempre ganhava das outras concorrentes!
Essa era uma das muitas brincadeiras de infância de Sara!

quinta-feira, 11 de junho de 2009

SAUDADES ETERNAS

























O horizonte do Infinito vai se desenrolar diante de vocês e, na presença
de tanta grandeza, compreenderão o vazio, o nada de nossos desejos
terrenos, de nossas ambições materiais e das alegrias fúteis às quais os
homens se entregam.
Não têem mais o véu que oculta aos nossos olhos os esplendores
da vida futura. Podem, agora, apreciar as novas maravilhas...
Vão percorrer o espaço e visitar os mundos com inteira liberdade.
PRECE: Senhor Todo-Poderoso, que vossa misericórdia se estenda sobre
nossos irmãos que deixaram a Terra! Que vossa luz brilhe a seus
olhos! Tirai- os das trevas; abri seus olhos e seus ouvidos! Que vossos bons
Espíritos os envolvam e lhes façam ouvir as palavras de paz e de esperança!
Assim Seja.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

INGREDIENTES

FAMÍLIA: é aqui que tudo começa;
AMIGOS: nunca deixe faltar;
RAIVA: se acontecer que seja pouca;
DESESPERO: pra quê?
PACIÊNCIA : o máximo possível;
LÁGRIMAS: enxugue todas;
SORRISOS: os mais variados;
PAZ: em grande quantidade;
PERDÃO: à vontade;
ESPERANÇA : não perca jamais;
CORAÇÃO: quanto maior melhor;
AMOR: pode abusar;
CARINHO: essencial;

MODO DE PREPARO:

Reúna sua FAMÍLIA e seus AMIGOS.
Esqueça os momentos de RAIVA e DESESPERO.
Use toda sua PACIÊNCIA; substitua as LÁGRIMAS por SORRISOS.
Junte a PAZ e o PERDÃO, depois ofereça aos seus desafetos.
Deixe a ESPERANÇA crescer em seu CORAÇÃO .
Viva sempre com muito AMOR e CARINHO

FAMILIA BRASIL FIGUEIRA


sexta-feira, 22 de maio de 2009

quinta-feira, 21 de maio de 2009

A NOVA VIDA

Era o despertar de um novo dia. A agitação cedo começava naquela casa, pois era hora de sair para a escola e outros para o trabalho. Lá estava Sara em meio à aquilo tudo para iniciar uma nova etapa de sua vida. Saira de perto de sua familia para morar com seus primos e tios em outra cidade distante. Ali iria estudar, conhecer novos amiguinhos e novos costumes. A saudade era grande, pois tudo era diferente, e a noite ao deitar, chorava baixinho, desejando está pertinho de sua mãe e seu irmãozinho. Mas existia alguém muito especial naquele meio, que gostava muito de Sara e um pouco mais velha do que ela, era sua tia, a irmã mais nova de seu papai, que estava sempre por perto tentando acalenta-la. Mas a saudade era grande e Sara sofria essa ausência.
O ano letivo começara e ela iria estudar num grande colégio religioso. Rápido tornou-se uma aluna aplicada, tirava boas notas e tinha muito cuidado com seu material escolar, pois sabia o quanto era difícil para sua mãe enviar dinheiro. Era um mundo novo para Sara. Além do estudo fazia catequese, pois tinha que se preparar para fazer a primeira comunhão. E nas férias de Julho e Dezembro sempre ia visitar sua familia, seus amiguinhos e a cidade onde crescera.
Passado as férias, voltava novamente e começava a contar os dias, que passavam devagar para aquela menina, pois a falta da mãe era muito grande, mas ficava feliz toda vez que lembrava, que ela vinha para sua primeira comunhão, pois iria fazer seu vestidinho. Sara contava os dias para que pudesse ver sua mama e seu irmãozinho.






domingo, 17 de maio de 2009

A PACIÊNCIA


A paciência é uma qualidade fugaz. Queremos o que queremos quando queremos. Felizmente, nossas vontades só são realizadas no momento certo. Mas a espera nos dá a impressão de que nossas preces não foram ouvidas. Precisamos acreditar que a resposta virá na hora certa. Já pensou como nossas vidas seriam diferentes hoje se os pedidos de semanas, meses, anos atrás tivessem sido atendidos na mesma hora? Cada um de nós percorre um caminho único, com lições especiais. Assim como um bebê precisa engatinhar antes de andar, nós temos de ir devagar, dando os passos certos rumo ao crescimento. A frustração só existe porque nosso relógio funciona num tempo diferente do de Deus. Mas podemos ter certeza de que nossas preces serão atendidas algum dia, em algum lugar, e para o nosso bem.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

A VIDA CONTINUA...



Os dias eram tristes na vida daquela família... um ente muito querido tinha partido ao encontro do Pai, mas a vida precisava continuar, tinha que continuar!
Sara sentia a falta do pai, porém as brincadeiras com as amiguinhas e com o irmãozinho, acabavam por preeencher os tempos livres daquela criança.
A rotina de Sara agora era diferente. Durante todo o dia até ao entardecer, Sara, sua mãe e seu irmãozinho ficavam em casa, onde moravam com seu papai, pois tinham um pequeno comércio, e à noite dormiam na casa da vovó, pois agora a familia tornava-se mais frágil por não ter a presença paterna em casa.
Todas as manhãs, muito cedinho, Sara saia com sua mãe e seu irmão mais novo a caminho de casa. Aquele percurso era uma diversão para as crianças, pois saiam catando sementes que encontravam nos caminhos, corriam pela areia branquinha até chegarem em casa. Os vizinhos e amigos olhavam aquela família com sentimentos de tristeza pela perda dolorosa de um bom homem, um pai de familia. Mas Sara e seu irmãozinho só queriam brincar e brincar.
Alguns anos se passaram. A mãe da Sara agora era pai e mãe de seus filhos, crianças que precisavam ser educadas para o mundo. A vida tornou-se muito árdua e difícil, mas a familia estava sempre unida e presente para tudo, e em todos os momentos. O pequeno comércio foi-se acabando aos poucos e a mãe de Sara valia-se da costura para ajudar no orçamento da casa. Os fregueses às vezes pagavam e outras vezes não, e essas atitudes não ajudavam muito a familia.
Sara começou seus estudos na casa de uma senhora chamada Maria do Carmo. Era sua professora e de outras poucas crianças. Ali aprendeu as primeiras letrinhas e números. Mais tarde, já alfabetizada, entra numa escola e ali também aprende a somar mais amiguinhos, com quem partilharia parte de sua infância. Ali fez até a 2ª série escolar.
A cidade onde morava não oferecia muitas oportunidades. Tudo era muito precário, e principalmente no que dizia respeito à saúde de um modo geral. Isso foi uma das causas que fizeram com que a Sara deixasse sua casa, seus amiguinhos, sua familia, para ir morar numa outra cidade, com seus tios que também eram seus padrinhos. Outra cidade, outro Estado... outra vida.

A HISTÓRIA DA DAMA E DO SONHADOR

video

Este vídeo retrata um cadinho da nossa história...

Dois corações unidos numa dança de alegria e de paixão...

Dois corações perdidos que se encontraram ao cair de uma ilusão...

Dois corações despidos de dor e solidão...

terça-feira, 28 de abril de 2009

RASGOS DE MEMÓRIA ( Entardecer)


Era um dia como outros tantos na vida daquele povoado, onde morava aquela pequena criança. Um povoado onde o dia começava assim como acabava, sempre com aquela brisa suave tocando a vida daquela gente simples e trabalhadora.
Sem entender a rotina daquela gente, Sara brincava envolta de seu mundo imaginário.
Sua casa era pequena, mas na simplicidade de uma vida, tinha tudo para a fazer sorrir e sentir-se feliz, ao lado de seus pais e um irmão bebê. Nessa casa tinha algo que ela adorava, um balanço construído por seu pai numa árvore (castanhola branca) também plantada por ele. O que mais Sara podia querer? Seis anos, um quintal com areia branquinha, por onde corria, flores espalhadas e junto à porta da cozinha, um balanço, um mano e aquela mãe carinhosa, que estava sempre pronta a proteger seus filhos. Ela também gostava de ver o Sr. José a cavar buracos no quintal, pois sempre apareciam cobrinhas inofensivas, que era motivo para mais brincadeiras. Lembrava-se bem da Srª Maria, esposa do sr. José, fazendo seus tapetes de trapos sempre com muito carinho. Eles eram amigos dos pais de Sara e tinham 4 filhos.
Ao cair da noite, Sara, aquela frágil menina, viu cair dos olhos da mãe, lágrimas de dor, de tristeza... algo estranho tinha acontecido. A mãe fechou sua casa e saiu na escuridão da noite com seu irmãozinho ao colo e Sara, a caminho da casa dos avós paternos. Lá chegando, muitos outros familiares choravam; o pai de Sara já não estava mais entre a familia. Mas ela nada entendia e brincava junto às outras crianças da viziança. Já cansada, Sara vai ao encontro da mãe. Esta por sua vez dá-lhe banho, comida e a deita na mercearia de sua avó, juntamente com seu mano, pois a noite seria longa para o resto da familia... estavam destroçados! Tinha sido uma perda dolorosa e difícil de aceitar, pela maneira trágica e inexplicável do acontecido.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

domingo, 19 de abril de 2009

video

Um belíssimo presente de aniversário, que minha familia me enviou. A distância é grande demais e doi muito também.... Foi um presente que me emocionou muito...

(14.04.09)

quarta-feira, 15 de abril de 2009

GAIVOTA SOLITÁRIA, O COMEÇO...



"Ninguém pode construir em teu lugar as pontes pelas quais precisarás passar para atravessar o rio da vida- ninguém, excepto tu, só tu.

Existem por certo, atalhos sem-números, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isso te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias.

Existe, no mundo, um ÚNICO caminho por onde só tu podes passar. Aonde leva? Não perguntes, segue-o..."



(Nietzsche)

A IMAGEM DO ESPELHO


Sara era uma menina que não sabia muito bem quem era. Muitas coisas aconteciam em sua vida e ela sempre se perguntava o por quê de algumas, sem nunca encontrar as respostas. Olhava-se no espelho e via duas pessoas, sendo que uma era o oposto da outra. A imagem do espelho era de alguém transformada pela vida, muito séria , carrancuda, trancada dentro de um mundo que criou, sobrecarregada de responsabilidades, tristezas e muita carência. Mas no instante seguinte reflectia aquela que realmente era, cheia de alegria, beleza, sonhadora, carinhosa, humana e cheia de amor no coração. Sentia necessidade de ser esta segunda pessoa, mas não alcançava o ponto. Alguém ou alguma coisa a impedia. Por isso, não conseguia ser feliz. O por quê disso tudo sempre vinha a sua mente, com perguntas que nunca tinham respostas... tudo era complicado de entender...
O tempo passava e as tristezas dentro dela cresciam a cada minuto. Acontecimentos que marcavam-lhe a vida de forma dura e cruel. Muitas lágrimas derramadas no seu rosto e no seu coração. Nascia assim a GAIVOTA SOLITÁRIA.